• 17/08/2015

    Quase 60% dos infartados são do sexo masculino

     

     

    O Brasil está entre os 10 países com mais mortes causadas por doenças cardiovasculares. Quase 30% das mortes de brasileiros são provocadas AVC e infarto, isso significa que mais de 308 mil pessoas faleceram principalmente de infarto e acidente vascular cerebral (AVC).

    Estudos do instituto de Cardiologia mostram que 60% das vítimas são homens, com em média 56 anos. Os problemas são causados pelo acúmulo de gorduras nas artérias o que impede a passagem do sangue.

    As causas podem ser de origem genética, mas o principal motivo para o acúmulo são os hábitos de vida. Obesidade, sedentarismo, tabagismo, hipertensão, colesterol alto e consumo excessivo de álcool são as principais razões para a ocorrência de entupimentos das artérias.

    O homem fumante tem cinco vezes mais chance de ter um infarto que o não-fumante. Os riscos provocados pelo comportamento superam inclusive histórico familiar de doença cardiovascular.

    E o problema não afeta apenas os mais velhos, os infartos acometem também jovens. Em média, 12% do total tem menos de 40 anos. Há dez anos, esse número não passava de 6%. O crescimento se deve aos maus hábitos e ao fumo. Para evitar o problema, é fundamental controlar a pressão, o peso, adotar estilo de vida saudável, praticar atividades físicas e consultar o médico periodicamente. 

    Leia Também:

    Por que é tão dificil convencer o homem a consultar o médico?

    Cuidados de pele, cabelo e corpo para eles

    Diga adeus as frieiras